Casarão da Diversidade abriga oficina de midiativismo para LGBTs

Foto: Daniele Rodrigues Casarão da Diversidade abriga oficina de midiativismo para LGBTs

Fotografia, design, audiovisual e redes sociais foram temas abordados, nesta segunda-feira (21), durante a ‘Oficina de Midiativismo para LGBTs!’, realizada no auditório Marina Garlen, no Casarão da Diversidade, localizado no Centro Histórico de Salvador. A iniciativa da Casa NINJA Bahia, em parceria com o Casarão, espaço da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), busca incentivar a produção de conteúdos alternativos e independentes de coletivos de lésbicas, gays, bissexuais, trans e travestis, em especial para o Dia Nacional da Visibilidade Trans, celebrado no dia 29 de janeiro. 
“Antes das grandes coberturas numa cidade, nós fazemos formações, mostrando o lado prático, como se fazer. A oficina, voltada 100% para o público LGBT, também partiu de uma busca do Casarão, para incentivar a comunicação alternativa de coletivos, não somente para o dia 29, mas de uma forma contínua”, comentou a fundadora e integrante da Mídia NINJA, Dríade Aguiar. 
Pela manhã, a formação incluiu a colaboração de Ivana Bentes, professora de Comunicação Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que explicou sobre a relação entre midiativismo, comunicação e mídia livre. “A mídia alternativa sempre existiu, mas agora estamos vivendo um momento em que chamo de ‘mídia dos desorganizados’: quem vai às ruas, às manifestações, com seus cartazes, memes e fantasias, e compartilham o que vivenciaram na timeline”, disse. 
Em seguida, os integrantes do veículo independente, Rafael Vilela e Thiago Scherer, falaram sobre fotografia e design, destacando pontos como ‘poética visual’ e arte urbana. Já no período da tarde, o público participou das oficinas de audiovisual, documentário e cobertura ao vivo da Mídia NINJA, além de redes sociais e jornalismo, focada para o Dia da Visibilidade Trans.
Fonte: Ascom/SJDHDS

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.