A pistola da discórdia

Um brinquedo que se assemelha com uma arma que é recarregável com água.

Uma das grandes novidades dos últimos anos na festa momesca é a famosa “Pistola do amor”, um brinquedo que se assemelha com uma arma que é recarregável com água. No Circuito Mestre Bimba tem feito muito sucesso pelos foliões. É comum ver dentro dos blocos ou até mesmo pelas crianças que brincam nas ruas. Entretanto o uso da pistola vem gerando polêmica entre os foliões do Circuito Mestre Bimba… Será que realmente está pistola é do amor?

“ A pistola já é tradição nos Toalhas, a pistola do amor é tudo de bom. Claro que tem um público especifico em que jogamos água, que é a galera que está no bloco ou que também jogue na gente. É uma brincadeira, uma diversão… Se não gosta pra que vem? Se vem sexta à tarde para o circuito é para brincar.  Os toalhas é a diversão, é a galera do Nordeste”, pontua Mateus Santos, 23 anos.

Não é a mesma opinião de uma outra foliã de nome Eliana: “Tem que saber diferenciar e respeitar, crianças até que vai, mas tem adultos que passam dos limites. Sei que é uma brincadeira, mas tem que ter um certo limite”. Dona Maria, engrossa o coro contrário à “pistola do amor”:  “Olha, incomoda sim e muito, sou totalmente contra. As pessoas estão arrumadas e molham e acima de tudo incentiva as crianças com ao uso de armas”, destaca Maria. Elen de apenas 8 anos, pouco liga, quer apenas brincar. “ É a nossa diversão, amamos!”, vibra a alegre menina.

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.