Campanha em Salvador arrecada doações para vítimas da tragédia de Brumadinho

Barragem da Vale rompeu na cidade mineira e deixou centenas de desaparecidos. Veja como ajudar.

Uma campanha arrecada doações, em Salvador, para as vítimas da tragédia de Brumadinho (MG). Os donativos podem ser entregues no SAC do Shopping Paralela, a partir deste sábado (26).

Conforme a assessoria do centro de compras, são arrecadados alimentos não perecíveis, água mineral, roupas, ração e itens de higiene pessoal. O SAC fica no 2° piso, ao lado do Cinema. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, de 9 às 22h, e domingos e feriados, de 12 às 21h.

Até a tarde deste sábado, muitas doação já tinham sido recebidas. A expectativa é que o material recebido até a próxima quarta-feira (30) seja enviado no mesmo dia para Brumadinho.

A campanha também é feita, paralelamente, no Rio de Janeiro, onde as doações podem ser feitas nos Shoppings Fashion Mall, Jardim Gaudalupe; em São Paulo, onde os donativos devem ser levados para os Shoppings Metrô Tucuruvi e Granja Vianna; em Osaco, onde as entregas devem ser feitas no Super Shopping Osasco; em Sorocaba, onde os materiais devem ser entregues no Pátio Ciané Shopping, e em Maceió, no Shopping Pátio Maceió.

Tragédia

Vista aérea do local destruído pelos rejeitos após o rompimento da barragem da mina do Feijão, situada em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), nesta sexta-feira (25)   — Foto: Moisés Silva/O Tempo/Estadão Conteúdo

Vista aérea do local destruído pelos rejeitos após o rompimento da barragem da mina do Feijão, situada em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), nesta sexta-feira (25) — Foto: Moisés Silva/O Tempo/Estadão Conteúdo

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu nesta sexta-feira (25), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Imagens aéreas mostram que um mar de lama destruiu casas da região do Córrego do Feijão. A tragédia deixou, ao menos, 9 mortos, e centenas de desaparecidos.

O rompimento ocorreu no início da tarde de sexta, na Mina Feijão. A Vale informou sobre o acidente à Secretaria do Estado de Meio Ambiente às 13h37. Os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia, inclusive um refeitório, e parte da comunidade da Vila Ferteco.

Foram retiradas nove pessoas com vida da lama e 189 foram resgatadas. Quase 100 bombeiros estavam no local na sexta e o número deve chegar a 200 neste sábado (26).

Segundo o presidente da Vale, Fábio Schvartsman, vazaram 12 milhões de metros cúbicos de rejeitos – na tragédia de Mariana, há 3 anos, foram 43,7 milhões.

Segundo o presidente da Vale, uma das barragens se rompeu e o vazamento do rejeito também fez outra barragem transbordar. Ele diz que a barragem que rompeu não era usada há três anos. Ainda não há informação sobre a causa do rompimento.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.