Aluna é vítima de racismo em ônibus da Ufba

A suposta agressora foi identificada na postagem. Ela é estudante do Bacharelado Interdisciplinar de Humanidades (BI) e ingressou na Ufba por cotas para pessoas pretas/pardas

A ida de uma universitária para o campus de São Lázaro, na Universidade Federal da Bahia (Ufba), foi marcada por agressões racistas, segundo relatou em postagem no grupo da universidade, esta semana.

Laura Regina relatou que, quando o veículo se dirigia ao local, outra aluna entrou no ônibus conhecido como Buzufba disferindo agressões contra alunas negras no local. “Se fosse uma p*ta preta você parava”, teria dito ao motorista.

Com a agressão, Laura, que estava acompanhada do namorado, revidou. “Chamei de racista, abominação moral. Ela ficou me dizendo que estávamos sendo filmadas e que se eu continuasse ela chamaria a polícia”.

“Ela virou pra gente e disse ʹeu nem olho pra gente igual vocês, eu nem olhoʹ. Eu disse que sabia quem ela era, que sabia que ela já tinha ofendido um funcionário no Corredor da Vitória”, descreveu.

A suposta agressora foi identificada na postagem. Ela é estudante do Bacharelado Interdisciplinar de Humanidades (BI) e ingressou na Ufba por cotas para pessoas pretas/pardas. A vítima prestou queixa do ocorrido. A Universidade ainda não se manifestou sobre o caso.

Fonte: Metro1

COMPARTILHAR