“Sabe aquele amor que se multiplica, quem nunca sonhou ter isso na vida…”

Conheça a historia de Vanessa e Léo.

Há 13 anos eu conheci Leo. Na época eu trabalhava em uma loja no Vale das Pedrinhas, já ele, passava diariamente na frente da loja e me cumprimentava “bom dia”, por educação eu o respondia, mas, estava achando ele chato. Passei a notar que era apenas uma gaiatice.  

E sempre que me via buscava um motivo para puxar um papo, o mais clichê era “que horas são? ”. Estava a ponto de ficar aborrecida, porem ignorei.   Passou-se o tempo e ele sumiu. Até que então, certo dia me deparo com ele em uma festa. Pedi a um amigo para ir me buscar de moto, só que ele estava distante, e quando percebo eles eram colegas, e mandou o Léo. Olha só ele apareceu agora rodando táxi. Mas tinha passado anos que mal me recordava dele, o que ficou na memoria foi as artes que ele aprontava.

Ao chegar ao destino, ele ainda cobrou caro, fiquei assustada com o valor abusivo. No momento prometi que não usaria mais seu serviço. O tempo passou e nos reencontramos em um barzinho, eu estava com umas amigas e ele veio puxar assunto “dona Vanessa! Boa Noite!”. Correspondi. Ele deixou seu contato para marcar de nos buscar, quando saíssemos. Porém, não liguei. Fiquei com receio da “facada que ele cobraria” na corrida novamente. No dia seguinte recebo uma ligação, adivinha que era? Ele mesmo, o Léo. Batemos um papo, foi interessante, como estava disponível, aceitei encontra-lo. Saímos, ocorreu um clima, trocamos uns beijinhos. Hoje, estamos juntos e temos uma linda filha a “Kettely”. Percebo que o destino nos reservou esse encontro especial e construiríamos essa linda família. Somos apaixonados. Compreendo que o cara chato, insuportável, é o homem da minha vida, meu marido e um super paizão.

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.