Camarote Acessível terá 850 vagas para idosos e pessoas com deficiência

As vagas estão distribuídas nos três circuitos

(Bruno Concha/Secom)

O Camarote Acessível para deficientes físicos e idosos (a partir de 60 anos) no Carnaval vai disponibilizar 850 vagas distribuídas em três pontos dos circuitos Dodô (Barra/Ondina) e Osmar (Centro). As inscrições começaram nesta segunda-feira (10) e podem ser feitas na sede do Centro Unificado de Inclusão, Desenvolvimento, Assistência e Referência Social (Cuidar), na Rua Miguel Calmon, 28, Comércio, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, ou pelo site. Esse é o oitavo ano consecutivo que a prefeitura disponibiliza o Camarote Acessível.

No Circuito Osmar, são 50 vagas para idosos no Campo Grande, com funcionamento a partir da sexta-feira (21), das 12h às 20h, e outras 100 vagas apenas para pessoas com deficiência, na Piedade, que também começa a funcionar a partir da sexta, das 13h às 21h. Já no Circuito Dodô, são oferecidas 100 vagas mistas em Ondina, ou seja, tanto para pessoas com deficiência quanto para idosos, que funciona a partir da quinta (20), das 16h às 2h.

Cada inscrito confirmado pode escolher até dois dias, para que mais pessoas tenham oportunidade de desfrutar do equipamento, além de poder levar um acompanhante com idade igual ou superior a 18 anos. As inscrições duram até encerrar o número de vagas.

Para ter acesso ao Camarote Acessível escolhido, é necessário apresentar no local o documento de identificação com foto. Os inscritos só têm acesso garantido até uma hora após o horário de abertura do camarote. Após este período, a vaga será direcionada para o público através da demanda espontânea nos dias de folia. O acesso será permitido até 1h antes do término das atividades diárias dos camarotes.

Desenvolvido através da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), o Camarote Acessível visa promover inclusão social, participação, igualdade e condições de pessoas com deficiência física e idosos na maior festa de rua do planeta. “A ação possibilita que eles tenham visão privilegiada, conforto e segurança a custo gratuito para poder curtir a folia” afirma o diretor geral de Unidade de Políticas Públicas para Pessoa com Deficiência (UPCD) da Sempre, Wagner Andrade

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.