“A Travestis” puxa a “Pipoka do Fall” no arrastão do Samba Nordeste 2020

A Fall Produções anunciou na manhã desta segunda-feira, 17, a atração do seu bloco “Samba Nordeste”, que este ano vem com o novo fenômeno dos paredões: “A Travestis”, a mais nova aposta de Sacra Produções para o verão. Além da novidade na atração, a agremiação vem sem cordas, um sonho antigo de Fall, que se tornou real através da ajuda de seus patrocinadores.

A “Pipoka do Fall” desfila no sábado de carnaval, no Circuito Mestre Bimba, a partir das 20h. O bloco sai do Sitio Caruano. ”Era um sonho fazer a festa do folião pipoca e esse ano, graças a Deus e aos meus patrocinadores, conseguimos colocar o nosso arrastão na rua”

Sobre A Travestis

Tertuliana Lustosa, 23, entrou no pagodão há pouco mais de um três meses e tem a proposta de quebrar com tudo isso. Mulher transexual, ela é vocalista da banda A Travestis, que ainda nem está com sua formação fechada, mas já vem marcando presença nos paredões soteropolitanos. No YouTube, suas três músicas somadas ultrapassam mais de meio milhão de visualizações. Nada mal para quem está começando.

A pouca idade de Tertuliana vai de encontro com a experiência de vida acumulada. Nascida em Corrente, interior do Piauí, e criada em Salvador, decidiu prestar vestibular para um lugar bem longe da família porque tinha algumas coisas para descobrir e conhecer em si mesma. Foi para o Sudeste em 2013 e lá fez Bacharelado em História da Arte pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

“Travesti trabalhar é difícil, né, ‘more’?! Só querem se for projeto social. Se não for assim, é desemprego na certa”.

Com diploma na mão, retornou a Salvador e acabou entrando numa estatística cruel: segundo levantamento da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), 90% das pessoas trans no Brasil recorrem à prostituição como renda por falta de oportunidades no mercado formal de trabalho. Mulher trans, Tertuliana não conseguiu escapar dessa realidade. Nem mesmo as várias indicações e exposições no Prêmio PIPA, um dos mais renomados da arte contemporânea no país, foram suficientes para garantir uma entrevista sequer.

Fonte: Correio24horas