ACM Neto anuncia decisão sobre projeto que proíbe arrastão da Quarta de Cinzas

O projeto também prevê multa de R$ 500 mil para quem descumpri-lo

(Foto: Marina Silva/Arquivo CORREIO)

O Carnaval 2020 de Salvador terá ou não arrastão na quarta-feira de Cinzas? O prefeito ACM Neto anuncia nesta quarta-feira (13), às 15h30, em coletiva no Palácio Thomé de Souza, a posição final sobre o polêmico projeto de lei oriundo da Câmara de Vereadores que proíbe o arrastão da Quarta de Cinzas no Carnaval de Salvador. 

Na ocasião, o prefeito vai sancionar ou vetar a proposta, bem como explicar essa decisão à imprensa e à sociedade.  

De autoria do vereador Henrique Carballal, o projeto impede qualquer festejo similar ao carnaval entre 5h e as 23h59 da Quarta-feira de Cinzas em locais públicos. O motivo seria a incompatibilidade com o início da quaresma, período que antecede a páscoa cristã.

Em setembro, o colunista Rafael Freitas, do Alô Alô CORREIO, afirmou que o prefeito deve vetar o projeto. 

A proposta argumenta que diversas igrejas estão sendo obrigadas a cancelar as tradicionais missas que ocorrem no dia para abrir espaço às ressacas carnavalescas. Ainda de acordo com o projeto de lei, esta festa estendida é um “flagrante prejuízo da comunidade cristã e a situação é um grave desrespeito aos costumes religiosos e não pode mais ser tolerada, sendo necessário resgatar e respeitar a tradição religiosa”.

O projeto também prevê multa de R$ 500 mil para quem descumpri-lo. O placar da votação foi 38 votos a favor, dois contra, uma abstenção e uma ausência. Após receber o texto, o prefeito tem 15 dias para decidir se ele será vetado ou sancionado.

“O Brasil é oficialmente um Estado laico. Se por um lado essa laicidade pressupõe a não intervenção da Igreja no Estado, por outro implica em efetivo respeito à crença e costumes religiosos. Por isso, o Carnaval não pode estar alheio a esse contexto e sua ocorrência deve se adequar às tradições religiosas”, argumenta o vereador.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.